Fórumcast, o podcast da Fórum
05 de agosto de 2019, 09h14

Noblat diz que denúncias do The Intercept não vão mudar posições do Supremo em relação a Lula

“Pôr Moro em risco significaria abrir a porta da cela para a saída de Lula”, afirma o jornalista

Reprodução/Sul 21

Em coluna intitulada “Melhor que Lula já vá se acostumando”, o jornalista Ricardo Noblat afirma que, de acordo com conversas nos corredores do Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não será liberado para cumprir o resto da pena em casa.

“O governo não quer, os militares também não, o PIB é contra e grande parte da mídia idem”, afirma Noblat.

Para ele, o Supremo não atentará contra a reputação do ex-juiz Sérgio Moro. Alguns ministros, individualmente, poderão fazê-lo, mas o coletivo jamais. “Pôr Moro em risco significaria abrir a porta da cela para a saída de Lula”, afirma.

O jornalista diz anda que, com um parecer favorável a Lula, outras decisões da justiça correriam o risco de ser questionadas. Já sobre o procurador da República, Deltan Dallagnol, quem deverá tomar alguma decisão é o Ministério Público Federal, cuja tendência é a de protegê-lo.

Noblat faz, no entanto, a ressalva de que salvo fatos mais graves e contundentes que ainda possam surgir dos arquivos do site The Intercept, a Vaza Jato não prevalecerá sobre a Lava Jato.

“Agosto, mês do cachorro louco, do ano sem graça de 2019 – ou excessivamente engraçado, descambando para o quase trágico”, encerra o jornalista.

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum