Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
28 de junho de 2016, 08h39

Nova operação da PF investiga fraudes na Lei Rouanet

Segundo as investigações, grupo criminoso atuou por quase 20 anos no Ministério da Cultura e era responsável por uma série de irregularidades, como superfaturamento, projetos duplicados e notas fiscais relativas a serviços fictícios.

Segundo as investigações, grupo criminoso atuou por quase 20 anos no Ministério da Cultura e era responsável por uma série de irregularidades, como superfaturamento, projetos duplicados e notas fiscais relativas a serviços fictícios

Por Redação

Em parceria com a Controladoria-Geral da União (CGU), a Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira (28), a Operação Boca Livre, que investiga fraudes na Lei Rouanet. A ação cumpre 14 mandados de prisão temporária e 37 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Rio de Janeiro e no Distrito Federal, expedidos pela 3ª Vara Federal Criminal em São Paulo.

Entre as irregularidades, há indícios de superfaturamento, apresentação de notas fiscais relativas a serviços/produtos fictícios, projetos simulados e duplicados e contrapartidas ilícitas realizadas às incentivadoras. Segundo as investigações, um grupo criminoso atuou por quase 20 anos no Ministério da Cultura e conseguiu aprovação de R$ 170 milhões em projetos.

Os envolvidos devem responder pelos crimes de organização criminosa, peculato, estelionato contra União, crime contra a ordem tributária e falsidade ideológica, com penas que podem chegar a doze anos de prisão. A Lei Rouanet foi criada em 1991, durante o governo Fernando Collor (PTC/AL), e permite a captação de recursos para projetos culturais por meio de incentivos fiscais para as empresas e pessoas físicas.

Foto de capa: Agência Brasil


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum