Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de fevereiro de 2012, 09h48

Novos modelos de produção são tema de debate em São Paulo

As novas tecnologias e as oportunidades de produção a partir desse contexto são tema da segunda rodada de debates Ponto Livre, na PUC-SP.

Na segunda-feira, 15, Sérgio Amadeu (Casper Líbero), Ladislau Dowbor (PUC-SP) e Vagner Diniz (World Wide Web Consortium/W3C Brasil) discutem Tecnologia, mercado e novos modelos de produção. O foco da mesa são as oportunidades criadas a partir do comércio de bens intangíveis e as táticas que podem ser usadas por movimentos sociais para poder usudruir da comunicação e da cultura.

Na quarta-feira, 17, a contribuição de metodologias produtivas como a do software livre para o debate político-social são o tema da mesa Tecnologias do conhecimento e produção colaborativa. Rafael Evangelista (Unicamp), Marco Antonio Almeida (USP Ribeirão Preto) e Aaron Shaw (Universidade de Berkeley/EUA) vão discutir a reversão do uso de programas livres em governos e os mecanismos criados por empresas para aplicar softwares livres e garantirem lucros.

A realização do evento é do Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais da PUC-SP e do Coletivo Digital | Rede Livre. Na mês passado, dois outros debates foram realizados com os temas Gestão do conhecimento e cercamentos culturais e Novas tecnologias, política e controle.

Ponto livre
15 de setembro – 19h
Tecnologia, mercado e novos modelos de produção
– Sérgio Amadeu (Casper Líbero)
– Ladislau Dowbor (PUC-SP)
– Vagner Diniz (World Wide Web Consortium/W3C Brasil)

17 de setembro – 19h Tecnologias do conhecimento e produção colaborativa
– Rafael Evangelista (Unicamp)
– Marco Antonio Almeida (USP Ribeirão Preto)
– Aaron Shaw (Universidade de Berkeley/EUA)

Endereço: rua Ministro Godói, 969 – Prédio Novo – 5o andar, sala 500A – SP-SP


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags