Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
13 de junho de 2016, 17h06

Obama diz que massacre em Orlando foi “extremismo doméstico”

O presidente dos Estados Unidos afirmou que o que inspirou Omar Matteen a cometer o massacre foram informações extremistas que ele achou na internet e que não há nenhuma evidência clara de que ele tenha qualquer contato com o ISIS

Por Redação

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta segunda-feira (13) que o massacre em Orlando (EUA) que deixou 49 mortos na boate Pulse deve se tratar de um caso de “extremismo doméstico”. O presidente disse que o que inspirou Omar Matteen a cometer o atentado foram informações extremistas que ele achou na internet e que não há evidência clara que ele tenha qualquer contato com o ISIS.

“Até onde podemos falar agora, o ataque é certamente um exemplo do tipo de terrorismo doméstico que todos nós já estávamos preocupados há muito tempo”, disse o presidente em um pronunciamento no Salão Oval da Casa Branca.

O ISIS reivindicou a autoria do ataque em Orlando em transmissão pela rádio iraquiana Al-Bayan, dirigida pelo grupo. Obama disse que o ataque em Orlando é “similar” ao que houve em San Bernardino, Califórnia, em que os autores disseram que tinham ligações com o ISIS, mas que nunca foi provado.

“Nós não vemos nenhuma evidência clara de que o ataque foi orquestrado pelo ISIS”. As informações são do jornal The New York Times.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum