Faltando três dias para a abertura, Olimpíada de Tóquio ainda pode ser cancelada, diz CEO

Com três casos de Covid dentro da vila olímpica e com o avanço do coronavírus no Japão, futuro do evento é incerto

O CEO da Olimpíada de Tóquio, Toshiro Muto, declarou nesta terça-feira (20), durante coletiva de imprensa, que ainda não está descartado o cancelamento de última hora dos jogos olímpicos.

Dessa maneira, Muto afirmou que não se pode “prever o que acontecerá com o número de casos do novo coronavírus. Por isso continuaremos as discussões se houver um aumento de casos”.

Também foi revelado que, “com base na situação do coronavírus, convocaremos as discussões novamente. Neste ponto, os casos de coronavírus podem aumentar ou diminuir, então vamos pensar sobre o que devemos fazer quando a situação surgir”.

Todavia, os casos de coronavírus estão aumentando no Japão e, até este momento, já foram registrados três casos de covid na vila olímpica.

Por fim, a abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio acontece nesta sexta-feira (20) com perda de patrocínio, sem público e com risco de contaminação em massa.

Notícias relacionadas

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR