Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de fevereiro de 2012, 09h48

Organização ambiental denuncia contaminação de empresal estatal

A organização não governamental (ong) Greenpeace denunciou ontem, 16, no relatório relatório “Ciclo do Perigo – Impactos da Produção de Combustível Nuclear no Brasil”, que há contaminação da água por urânio na cidade de Caetité, na Bahia, por Urânio. Segundo o documento, os municípios do sertão baiano estão sofrendo com os “nocivos impactos” causados pelas operações na usina de urânio de Caetité, gerenciada pelas Indústrias Nucleares do Brasil (INB).

A INB é uma estatal responsável pela extração e produção do yellow cake, uma espécie de concentrado de urânio, gerador do combustível para as usinas nucleares do país.
De acordo com o Greenpeace, a água que as comunidades locais estão utilizando para beber apresenta contaminação por urânio acima dos índices máximos estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pelo Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama). Em uma das amostras, a concentração de urânio era sete vezes maior do que o limite da OMS, estabelecido em 0,015 miligrama por litro.

A organização e outras entidades sociais e ambientais da Bahia encaminharam a denúncia ao Ministério Público Federal da Bahia, exigindo a realização de investigação independente sobre a fonte e extensão da contaminação, bem como as condições de operação da INB e o cumprimento das condicionantes dispostas no licenciamento ambiental. A organização também solicitou ao INGA – Instituto de Gestão das Águas, do governo da Bahia, que suspenda as outorgas de água concedidas à INB até que a contaminação seja solucionada.

Saiba mais sobre o assunto aqui e acesse o relatório “Ciclo do Perigo – Impactos da Produção de Combustível Nuclear no Brasil”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags