Otto sobre o MBL: “Essa turma não é gado, é estrume”

O cantor usou as redes sociais para criticar o grupo e afirmou que eles "nasceram na mesma costela do fascismo"

Inúmeras personalidades da política e do mundo das artes usaram as redes para criticar os atos do MBL e o grupo em si. Uma dessas pessoas foi o cantor Otto, que classificou o Movimento Brasil Livre como “fascista” e “estrume”.

“MBL não é oposição – MBL é fruto do bolsonarismo. Nasceu na Mesma costela do fascismo que ele, conservador . Essa turma não é o gado essa turma é o estrume”, declarou o cantor em suas redes.

Nando Moura xinga Ciro, Tico Santa Cruz e PCdoB em ato da 3ª via

O músico e militante de extrema direita Nando Moura atacou Ciro Gomes, Tico Santa Cruz e o PCdoB por terem participado do ato organizado pelo MBL, que aconteceu neste domingo (12) na Av. Paulista, em São Paulo, e em diversas cidades do Brasil.

Durante o seu discurso, Moura atacou nominalmente o líder do PDT, Ciro Gomes. “O Ciro Gomes é o cara que falou que ia receber o juiz Sergio Moro na bala, falou que a Venezuela é uma democracia, então porra, vamos dialogar com esses caras, vocês estão loucos?”, comentou o músico.

Em seguida, ele criticou o fato de o PCdoB considerar que a Venezuela e a Coreia do Norte são democracias. “O PCdoB estava comemorando a tomada de Cabul pelo Talibã, o PCdoB é um puxadinho do PT, eles diem que a Coreia do Norte e a Venezuela é uma (sic) democracia”, lamentou.

Notícias relacionadas

Tags:

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR