Padre Júlio Lancellotti diz que Polícia Militar impediu distribuição de marmitas na Cracolândia

O religioso também afirmou que a PM cercou todas as entradas da região e proibiu a equipe de entrar nas ruas para distribuir comida

Segundo o padre Júlio Lancellotti, voluntários da Pastoral do Povo da Rua de São Paulo foram impedidos na tarde deste sábado (7) pela Polícia Militar de distribuir marmitas.

O religioso também disse ao UOL que a PM cercou todas as entradas da religião e proibiu a equipe de entrar nas ruas para distribuir comida.

“Os policiais vieram e disseram que eles estavam desobedecendo à ordem, que a ordem era não entrar, e começaram a intimidá-los”, revelou o padre Júlio Lancellotti.

Além disso, o padre Júlio Lancellotti afirmou que os policiais disseram que eles (pastoral) atrapalham o trabalho da polícia. Após negociações, os membros da pastoral conseguiram distribuir as marmitas.

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo não se pronunciou.

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).