Fórum Educação
01 de abril de 2020, 18h59

Palermas de outros países: Bolsonaro vira piada na televisão portuguesa

Declarações do presidente sobre o coronavírus foram destaque no programa do humorista Ricardo Araújo Pereira

O humorista português Ricardo Araújo Pereira, no programa "Isto é gozar com quem trabalha", na SIC (Foto: Reprodução/Youtube)

As declarações do presidente Jair Bolsonaro e a sua postura diante da pandemia do coronavírus foram alvo de crítica e piada na televisão portuguesa. Bolsonaro foi destaque no programa humorístico “Isto é gozar com quem trabalha”, apresentado pelo humorista Ricardo Araújo Pereira, no canal SIC.

No quadro “Palermas de outros países”, Pereira exibiu e comentou duas falas do presidente do Brasil. Confira no vídeo abaixo.

A primeira fala é de uma coletiva em que Bolsonaro minimizou o risco da pandemia porque o brasileiro “mergulha no esgoto e não acontece nada”.

“No brasileiro não pega nada. A gente mergulha no esgoto e está tudo bem. É até motivo de orgulho do país que eu dirigo. O saneamento básico é de tal ordem que a esgotos a céu aberto, com gente ali a nadar”, comentou Pereira. “Claro, os anticorpos ali. A Organização de saúde, inclusive, recomenda esgoto num frasquinho, não gel”, ironizou

Depois o humorista português exibiu um trecho do pronunciamento em que Bolsonaro afirma que, se contaminado, teria apenas “uma grepezinha” por seu “histórico de atleta”.

“Bem visto também. Nem percebo porque cancelaram os jogos olímpicos. É com os atletas, não faz sentido. Faziam na mesma. E mais: as provas de natação numa piscina com água de esgoto”, retrocou Pereira.

Por fim, o apresentador destaca que “há no país alguém com responsabilidade”, ao exibir trecho de uma reportagem sobre regras de isolamento impostas por traficantes nas favelas do Rio.

O trecho do program também está disponível em alta resolução na página da SIC.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum