Fórumcast, o podcast da Fórum
17 de janeiro de 2016, 14h50

Papa Francisco faz discurso de apoio aos imigrantes e refugiados

Ao recordar que a Igreja Católica celebra a Jornada Mundial do Imigrante e do Refugiado, Francisco lembrou que “cada um tem uma história, uma cultura e valores valiosos que, com frequência, infelizmente também são experiências de miséria, opressão e medo”

Ao recordar que a Igreja Católica celebra a Jornada Mundial do Imigrante e do Refugiado, Francisco lembrou que “cada um tem uma história, uma cultura e valores valiosos que, com frequência, infelizmente também são experiências de miséria, opressão e medo”

Por Agência Lusa

O Papa Francisco pediu hoje (17) aos imigrantes que não lhes deixem roubar a esperança e a alegria de viver, durante a celebração do Angelus na Praça de São Pedro, em Roma.

Ao recordar que a Igreja Católica celebra a Jornada Mundial do Imigrante e do Refugiado, Francisco lembrou que “cada um tem uma história, uma cultura e valores valiosos que, com frequência, infelizmente também são experiências de miséria, opressão e medo”.

O pontífice falou a 7 mil imigrantes de 30 países residentes na região de Lazio – região que engloba Roma. Eles compareceram à Praça de São Pedro para celebrar a jornada do Ano Santo do Jubileu dos Migrantes.

“A vossa presença nesta praça é sinal da esperança de Deus. Não deixeis roubar esta esperança e alegria de viver que nascem da experiência da divina misericórdia”, acrescentou o Papa Francisco.

Também foi levada para São Pedro a cruz de Lampedusa, ilha no Mar Mediterrâneo pertencente à Itália que recebe grande fluxo de imigrantes. Feita com a madeira das barcas que levam os imigrantes até a Itália, a cruz foi benzida por Francisco durante a sua visita à ilha.

Depois do Angelus, os imigrantes participaram de uma missa na Basílica de São Pedro. A cerimônia foi celebrada pelo cardeal Antonio María Vegliò, presidente do Conselho Pontifício para os Migrantes e Itinerantes.

O papa também pediu orações pelas vítimas dos recentes atentados na Indonésia e em Burkina Faso. Ele pediu empenho à comunidade internacional para construir a paz. “Que o Senhor os acolha em sua casa”, disse o pontífice. Semana passada, oito pessoas morreram num atentado em Jacarta, capital da Indonésia, e uma ofensiva terrorista em Burkina Faso matou 29 pessoas.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum