Fórumcast, o podcast da Fórum
08 de agosto de 2019, 23h22

Paulo Guedes coloca ex-sócio no ramo de mineração em conselhos remunerados do governo

Na Embrapa, o amigo do ministro de Bolsonaro recebe R$ 3.383,33 por mês. No Banco do Nordeste, a remuneração anual chega a R$ 74.649,19

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Paulo Gudes, ministro da Economia de Jair Bolsonaro, não esquece dos amigos. Ele encaixou um ex-sócio Paulo Guedes no ramo da mineração em três vagas diferentes para “conselhos de administração” de instituições estatais desde o começo do atual governo. E mais: todos são cargos remunerados, de acordo com reportagem de Lúcio de Castro, do Sportlight.

Eudes de Gouveia Varela ocupa a vaga de “representante indicado pelo Ministério da Economia” nos conselhos do Banco do Nordeste do Brasil e da Embrapa. Na Conab, a indicação consta como do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

Engenheiro, ele costuma se apresentar como “consultor de gerenciamento” em seu currículo. E é justamente como sócio-administrador que ele aparece no “Centro de Estudos Pesquisas Minerais Capitão Felizardo Ltda”, onde foi sócio de Guedes.

O sócio do ministro e Bolsonaro é citado em colaboração internacional feita pelo Ministério Público da Suíça com a Lava Jato.

Eudes Varela nega ter conta na Suíça e qualquer relação com envolvidos no escândalo da Petrobras.

Apesar da presença de Guedes no ramo da mineração nunca ter sido abordada, o “Centro de Estudos Pesquisas Minerais Capitão Felizardo Ltda” contou com a participação societária do hoje ministro em sua breve existência.

As duas primeiras indicações de Varela para os “conselhos de administração” de estatais no governo Bolsonaro ocorreram no mês de maio.

No Banco do Nordeste do Brasil (BNB), controlado pelo Governo Federal e que tem a União como sua acionista majoritária, a cadeira ocupada foi a de indicado do Ministério da Economia.

Indicações e salários

Na Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a vaga veio pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). E no dia 2 de agosto, houve a nomeação para o conselho de administração da Embrapa, também indicado pelo ministério de Guedes.

Na Embrapa, o amigo de Guedes recebe R$ 3.383,33 por mês. No Banco do Nordeste, a remuneração anual chega a R$ 74.649,19. A reportagem não obteve os ganhos de honorários na Conab.

Além disso, até hoje, a Conab gastou R$ 13.366,80 com viagens de Varela para reunião do conselho, conforme o Portal da Transparência.

Leia a reportagem completa aqui


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum