O que o brasileiro pensa?
03 de julho de 2020, 17h03

Paulo Marinho usa Queiroz e suco de laranja para rebater Flávio Bolsonaro: ‘De Bangu vocês entendem!’

Filho do presidente chamou o seu suplente e autor de denúncia contra ele no Ministério Público de "tiazinha do pulôver" que se "prostitui por poder”

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e o empresário Paulo Marinho voltaram a brigar pelo Twitter nesta sexta-feira (3). O empresário é suplente do filho do presidente Jair Bolsonaro e o acusa os dois de terem se beneficiado de um vazamento de informações da Polícia Federal sobre operação que teria Flávio como um dos alvos por envolvimento em esquema de corrupção.

Em publicação no seu perfil, Flávio se referiu a Marinho como “tiazinha do pulôver” e o acusou de se “prostituir por poder” e de querer ser senador “no tapetão”. O texto acompanha uma foto dos pés do empresário com agasalho.

O filho do presidente também disse que Marinho, que é pré-candidato a prefeito do Rio pelo PSDB, não sabe onde fica Bangu e Campo Grande. Na mesma publicação, Flávio acusou Marinho de possuir imóvel em nome de laranja e pagar aluguel para si mesmo.

Marinho não perdeu tempo e respondeu com uma foto dele próprio segurando um copo de suco de laranja, acompanhada das imagem de Flávio e de Fabrício Queiroz, ao fundo, e a frase: “De Bangu vocês entendem!”.

Ex-assessor de Flávio quando ele era deputado estadual, Queiroz é apontado como operador de um esquema de corrupção no antigo gabinete dele e está preso em Bangu desde o dia 18 de junho. As investigações do Ministério Público do Rio apontam que ele atuaria como laranja em negócios da família Bolsonaro.

Na última quinta-feira (2), Flávio e Marinho já tinham trocado farpas no Twitter. O senador disse que a quebra de sigilo de seu advogado era fruto de uma “fofoca” de Marinho.

Em comentário na publicação, o empresário aconselhou Flávio Bolsonaro a “não pagar de gostosão”. “Sabemos o que fez no verão de 2018”, afirmou.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum