terça-feira, 29 set 2020
Publicidade

PDT anuncia apoio a Márcio França em São Paulo

O PDT nacional está empenhado em apoiar o governador Márcio França (PSB-SP) na eleição para governador de São Paulo. A bancada paulista do PDT na Assembleia Legislativa paulista apoiaria a reeleição de França, em tese, sem nada exigir dos pedetistas. Porém, em âmbito nacional, o PDT quer o apoio do PSB para Ciro Gomes.

Em troca, o PDT quer a vaga de vice na chapa de França ou uma das vagas da coligação ao Senado. Entre os cotados para essas indicações estão ex-prefeitos paulistas Marcelo Cândido, de Suzano, e Jorge Lapas, de Osasco. França chegou à convenção por volta das 12h30, mas não encontrou Ciro: o presidenciável entrou no auditório minutos depois de o governador ter saído da Alesp para participar de convenção do PPS, outro partido aliado.

Em clima de flerte, pedetistas e pessebistas trocaram afagos. Carlos Lupi, presidente do PDT,  elogiou a ação de França durante a greve dos caminhoneiros. Para Lupi, o governador mostrou seu coração socialista. Já o governador, disse ser uma honra andar ao lado de Lupi e do PDT. Vale lembrar que Ciro Gomes já foi filiado ao PSB.

No entanto, França disse que dará palanque em São Paulo a Alvaro Dias (Podemos) e Paulo Rabello de Castro (PSC). O apoio nacional de França a Ciro, ainda não foi fechado. Lupi diz que o PDT está se esforçando pelo apoio do PSB, com alianças avançadas em oito estados (PE, ES, DF, PB, SE, RS, MG e, agora, SP).

Alckmin ganhou apoio do Centrão nesta semana – o grupo negociava com Ciro. Lupi minimizou um possível isolamento de Ciro: o PDT não perdeu o centrão porque, segundo ele, não se perde um apoio o que jamais foi do pedetista.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.