Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
10 de março de 2013, 13h20

Pelo Brasil, um desejo comum: “Fora, Feliciano”

Em todo o país, protestos marcaram o sábado. Grupos evangélicos também pediram renúncia do deputado

Em todo o país, protestos marcaram o sábado. Grupos evangélicos também pediram renúncia do deputado

Por Igor Carvalho

Durante o sábado, dez capitais brasileiras, além de outras cinco cidades, tiveram suas ruas ocupadas por protestos contra o deputado Marco Feliciano (PSC-SP) à frente da presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados. Manifestações foram feitas até mesmo fora do Brasil.

Em São Paulo, a maior movimentação. Milhares de ativistas foram da Consolação até a Praça Roosevelt caminhando. A organização do evento e a Polícia Militar divergiram sobre a quantidade de pessoas, os primeiros dizem que o total pode ter chegado a 20 mil. Para a PM, o número não passou de 1.200.

Houve protestos fora do país, como em Londres (Foto: Divulgação)

Na Cinelândia, no Rio de Janeiro, mais de 500 pessoas caminharam até a Avenida Rio Branco. Os ativistas cantaram “Apesar de você”, de Chico Buarque. Outros 200 militantes se reuniram na praça do Papa em Vitória, no Espírito Santo, e seguiram até a Assembleia Legislativa.

Em Curitiba, o ato de repúdio reuniu cem pessoas, que percorreram a Rua XV de Novembro, na região central. Em Brasília, com forte adesão das religiões de matrizes africanas, o protesto partiu da rodoviária do Plano Piloto e os manifestantes chegaram a fechar a Eixo Monumental. No mesmo local, houve protestos contra Renan Calheiros, presidente do Senado.

Porto Alegre, Uberlândia, Belo Horizonte e Fortaleza também foram palco de protestos contra o pastor Feliciano. Fora do país, em Londres e Buenos Aires, também houve manifestações. Em Salvador, haverá protesto nesse domingo (10).

Evangélicos também protestam contra Feliciano

Ao menos dois abaixo-assinados correm na internet contra o pastor Marco Feliciano. Um deles já reuniu mais de 100 mil assinaturas. O outro é organizado por evangélicos. A Rede Fale, que representa mais de 39 grupos religiosos, lançou uma lista pedindo que seus seguidores assinem o documento em repúdio à eleição de Feliciano para a CDHM.

Uma das organizadoras do ato no Rio de Janeiro era a evangélica Beatriz Pimentel, que anunciava aos manifestantes: “Sou cristã e Feliciano não representa boa parte dos evangélicos.”

Eleição

O deputado do PSC foi eleito com onze votos na Comissão de Direitos Humanos e Minorias. Contra si, um discurso que movimentos sociais consideram “racista”e “homofóbico”, além de dois processos no Superior Tribunal Federal (STF): uma acusação de homofobia e uma ação penal por estelionato. A última acusação parte de uma organização gaúcha, que o acusa de ter recebido R$ 13 mil para celebrar cultos nos quais não apareceu.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum