Fórumcast, o podcast da Fórum
23 de junho de 2017, 10h08

PF faz operação em busca de 149 joias da esposa de Cabral, absolvida por Moro

Operação ocorre nesta manhã no Rio de Janeiro. As buscas estão sendo feitas em casa de irmã de Adriana Ancelmo, esposa do ex-governador do Rio, e no endereço de uma governanta que trabalhou para o casal 

 

Por Redação       Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

 

A Polícia Federal está fazendo nesta manhã operação de busca e apreensão, em dois endereços, de cerca de 149 joias compradas pelo ex-governador do Rio de Janeiro Sergio Cabral e de sua esposa, Adriana Ancelmo que não encontradas em operações anteriores. O alvo são uma irmã de Adriana e uma governanta que trabalhou para o casal. Nas investigações foi identificada a compra de 189 joias pelo casal com a provável intenção de lavar dinheiro de propina, mas apenas 40 foram recuperadas.

 

 

O ex-governador encontra-se preso em Curitiba pela operação Lava Jato, mas sua esposa foi absolvida “das imputações de crime de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro por falta de prova suficiente de autoria ou participação”, segundo a sentença do juiz Sergio Moro. Moro já adotara a mesma prática no caso de Eduardo Cunha, condenou o marido e absolveu a esposa por falta de prova, mesmo as mulheres tendo acesso aos recursos das propinas ou ao fruto da possível lavagem de dinheiro, como no caso das joias de Adriana Ancelmo.

 

Em operações anteriores, a Polícia Federal apreendeu vestidos de festa de Adriana, obras de arte e uma lancha avaliada em R$ 5 milhões. O advogado de Adriana declarou nesta manhã que ainda não dispunha de informações sobre a operação


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum