Piva: E viva a mandioca!

O recorte da fala da presidente Dilma Rousseff sobre a mandioca e a não citação do ato do qual ela participava quando fez esse discurso passa a impressão de nonsense. Sinto informar a quem não sabe: a mandioca tem, sim, um papel central na vida de todos nós porque sua existência única em solo nacional tem ajudado historicamente na alimentação dos brasileiros

O recorte da fala da presidente Dilma Rousseff sobre a mandioca e a não citação do ato do qual ela participava quando fez esse discurso passa a impressão de nonsense. Sinto informar a quem não sabe: a mandioca tem, sim, um papel central na vida de todos nós porque sua existência única em solo nacional tem ajudado historicamente na alimentação dos brasileiros

Por Marco Antonio Piva, em sua página no Facebook

O recorte da fala da presidente Dilma Rousseff sobre a mandioca [na última terça-feira, 23, ela disse: “Hoje estou saudando a mandioca. Acho uma das melhores conquistas do Brasil”] e a não citação do ato do qual ela participava quando fez esse discurso (apresentação do Plano Safra para a Agricultura Familiar) passa a impressão de nonsense. Sinto informar a quem não sabe: a mandioca tem, sim, um papel central na vida de todos nós porque sua existência única em solo nacional tem ajudado historicamente na alimentação dos brasileiros. A mandioca é motivo de sobrevivência, especialmente para o agricultor familiar, responsável por 70% dos alimentos que colocamos todos os dias em nossas mesas. Ou será que tem gente que acredita que são as grandes plantações de soja, algodão e cana-de-açúcar que nos dão de comer? Feijão, leite, milho, mandioca, arroz, café. Tudo isso é alimento de primeira necessidade que não pode faltar na mesa de uma família.

O que talvez nem todo mundo saiba é que esses alimentos são produzidos com muito sacrifício por mais de 14 milhões de pessoas nas pequenas propriedades rurais. Com o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, o Pronaf, o acesso ao crédito e o apoio à produção ficam muito mais perto do pequeno agricultor. Os juros são mais baixos e o pagamento em dia dá descontos nas parcelas. Existem várias linhas de crédito no Pronaf, inclusive uma dirigida especialmente à mulher que, em muitos lugares é a chefe da família.

Se quiserem ainda um caso similar de um produto importante para a economia local, podemos pegar o exemplo da batata, cujo cultivo teve início na Bolívia e no Peru e se expandiu para outros lugares. A batata é para os nossos irmãos latinos a mesma coisa que é a mandioca para nós, brasileiros. Vamos lá, gente. Sem essa de ter vergonha daquilo que produzimos. O resto é bobageira política de quem não tem outro passatempo se não o de ficar achando defeito em que está trabalhando. E viva a mandioca!

(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR