Fórumcast #20
25 de abril de 2017, 16h53

PM ataca milhares de indígenas durante manifestação pacífica em Brasília (DF)

Bombas, spray de pimenta e balas de borracha foram utilizados pela PM contra mais de 3 mil indígenas do Acampamento Terra Livre, que se manifestavam pelos seus direitos e demarcação de terras. Há relatos de ataques até contra índios que estavam sentados

Por Redação

A Polícia Militar acaba de reprimir violentamente um protesto pacífico de comunidades indígenas em frente ao Congresso Nacional, em Brasília (DF). Mais de 3 mil índios estão no local para a 14ª edição do Acampamento Terra Livre, mobilização que luta pelos direitos dos povos indígenas e demarcação de terras.

A PM, que utilizou spray de pimenta, balas de borracha e bombas de gás contra os manifestantes – incluindo idosos e crianças – justificou o ataque com o argumento de que os indígenas estavam tentando invadir o Congresso. Também falaram em “confronto” pelo fato de os índios carregarem arcos e flechas. As tropas da PM, por sua vez, estavam armadas com carros blindados, escudos, armas e ainda contava com o apoio de carros da Força Nacional.

Veja também:  Atriz Fernanda Torres critica, na Globo, política de extermínio de Witzel

Integrantes do movimento dos indígenas relataram ainda que há mulheres feridas e que um dos ataques à bomba da PM foi direcionado contra um grupo de indígenas que estavam sentados.

Neste momento, a manifestação está dispersada por conta das bombas de efeito moral, que seguem sendo lançadas pelos policiais.

Confira abaixo vídeos e fotos da ação da PM contra o Acampamento Terra Livre.

Fotos: Mobilização Nacional Indígena/NINJA


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum