Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
03 de julho de 2007, 18h13

Polícia prepara despejo em Cabrobó

Manifestantes prometem permanecer no local. Reintegração de posse poderia ocorrer na madrugada desta quarta-feira.

Segundo a assessoria de imprensa da Articulação Popular São Francisco Vivo, que mantém boletim diário sobre o acampamento contra as obras de transposição do rio, informa a chegada de policiais a Cabrobó (PE), no fim da tarde desta terça-feira, 3, para uma suposta ação de reintegração de posse.

O acampamento está no local desde a terça-feira da semana passada, 26, com manifestantes ligados a organizações sociais, movimentos populares, povos e comunidades tradicionais dos estados de Alagoas, Sergipe, Bahia, Pernambuco, Minas Gerais e Ceará.

A organização sustenta que a ação policial estaria programada para a madrugada desta quarta-feira, 4, e contaria com batalhões da polícia militar de Salgueiro (PE).

A sentença de reintegração, expedida pelo juiz Georgius Luís Argentini Principe Credidio, da 20ª Vara Federal, exige a presença da Fundação Nacional do Índio (Funai) e deve ser coordenada pela Polícia Federal. A notificação ocorreu na segunda-feira, 2, mas os acampados prometeram permanecer no local.

A Advocacia Geral da União (AGU) pleiteou multa de R$ 10 mil caso haja resistência à desocupação, e os oficiais de justiça tentarão identificar os líderes da mobilização.

Alternativas Os participantes do acampamento defendem a adoção de 140 tecnologias de convivência com o semi-árido, a maioria delas reunida e aplicada pela Articulação do Semi-árido (ASA). Além das alternativas apresentadas pelo Atlas Nordeste lançado pela Agência Nacional de Águas (ANA), no final do ano passado. Esse assegura que seriam necessários R$ 3,5 bilhões – a metade do custo da transposição – para realizar 530 obras e atender a 34 milhões de pessoas dos nove estados nordestinos e mais o norte de Minas Gerais, isso significa o abastecimento de 1.356 sedes municipais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags