Prefeito de Manaus proíbe selfies tirando vacinas após gêmeas milionárias serem nomeadas e imunizadas

Segundo David Almeida, Gabrielle e Isabelle Kirk foram nomeadas por causa da falta de médicos em Manaus e imunizadas durante plantão "pois se encaixam perfeitamente nas normas ditadas pelo governo federal"

Eleito na esteira do bolsonarismo, sob a bandeira conservadora de “Deus, família e esporte”, o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), anunciou em live na noite de terça-feira (19) que pretende proibir a publicação de selfies por servidores públicos que tomaram a vacina contra o coronavírus.

Notícias relacionadas

“Nós estamos, agora mesmo, nós vimos na rede social muitos servidores postando que foram vacinados. A secretária está neste momento, a outra secretária, a secretária executiva que estava aqui ao lado, uma portaria proibindo a divulgação em rede social dentro das unidades. Se você se vacinou, fique para você. Você não precisa compartilhar na rede social. Essa é a determinação, esse é o pedido”, afirmou Almeida em live.

A determinação ocorreu após as gêmeas milionárias Gabrielle Kirk Lins e Isabelle Kirk Lins publicarem fotos nas redes sendo imunizadas. Médicas, Gabrielle foi nomeada como gerente de projetos da Secretaria Municipal de Saúde no dia 18 de janeiro. Já a irmã, foi nomeada no dia 19, quando publicou a foto tirando a vacina.

Gabrielle e Isabelle são da família de Nilton da Costa Lins Júnior, presidente da mantenedora da Universidade Nilton Lins, uma das maiores de Manaus. Além da Universidade, a família tem membros com carreira política.

Na live, Almeida diz que as duas médicas foram “contratadas, nomeadas pela secretaria (municipal de Saúde)” por causa do número de profissionais afastados.

“Nós estamos com aproximadamente 122 médicos afastados. Você não tem ideia da dificuldade que é conseguir médicos. E nós estamos nomeando diariamente 10 médicos. E, pela primeira vez, se nomeou médico no gabinete do prefeito, porque não dava tempo de fazer contrato”, disse Almeida, ressaltando que “as médicas que foram imunizadas hoje estavam em serviço, elas estavam no seu plantão”.

“E quando as equipes chegaram na unidade, elas simplesmente tiraram o jaleco e foram vacinadas, pois se encaixam perfeitamente nas normas ditadas pelo governo federal. A prefeitura não cometeu nenhum ato ilícito”, complementou.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR