Presidente do TSE, Barroso diz que resultado da eleição sai hoje “se Deus quiser”

O Ministério da Justiça informou que foram registrados 53 casos de boca de urna

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, declarou neste domingo (29) que as eleições transcorreram de maneira “relativamente tranquila” e que o resultado deve ser divulgado ainda hoje “se Deus quiser”, disse o ministro.

Barroso também informou que, o diretor-geral da Polícia Federal, delegado Rolando Souza, e sua equipe estiveram na Corte para fazer um primeiro balanço sobre o segundo turno. E, segundo o ministro, a eles consideram que tudo transcorreu de maneira “tranquila”.

Segundo primeiro balanço do Ministério da Justiça, foram registrados 52 casos de boca de urna, 8 situações de compra de votos e 94 ocorrências de desobediência da regra eleitoral.

Também foram apreendidos uma arma de fogo, seis veículos e 1.050 materiais de campanhas irregulares, estimados em R$ 16,3 mil.

São Paulo foi o estado com o maior número de urnas trocadas, 175. Em seguida, Rio de Janeiro, com 165 e o Ceará, com 52 equipamentos trocados.

Não foi registrado nenhum crime por parte dos candidatos.

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR