Produtor de filmes é vítima de agressão homofóbica no Rio de Janeiro

Vítima afirma que foi agredida depois de revelar que era gay

O produtor de filmes pornográficos, Eduardo Albuquerque, foi às redes sociais para revelar que foi vítima de uma agressão homofóbica na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

De acordo com relato de Albuquerque, ele voltava de uma lanchonete localizada na Avenida das Américas, na madrugada do último sábado (2), quando foi abordado por um homem.

Segundo o produtor de filmes, o homem perguntou se ele tinha um cigarro, no que ele respondeu que não fumava. Ambos continuaram a conversar, quando, de repente, a cena desandou para agressão física.

“Ele perguntou se eu era do Rio e respondi que era de São Paulo. Me perguntou com o que eu trabalhava e eu disse que produzia filmes adultos. Ele disse: ‘legal, deve comer várias gostosas’. Quando eu disse que era gay e trabalha com filmes gays ele disse: ‘Pô, cara, tu é maluco, tu é viado? Sai fora’. Eu fiquei chocado e disse que não tinha entendido, aí ele já me deu um tapão na cara e um murro no meu nariz, do nada”, relatou a vítima.

Por fim, Albuquerque revelou que o hotel onde estava hospedado ofereceu suporte para que ele fizesse o Boletim de Ocorrência (B.O), mas o produtor resolveu não fazer, pois acredita que “não ia resolver nada”.

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR