Professores da rede pública dão aula em frente ao Congresso pelo piso salarial nacional

Prazo para votação do piso termina nesta sexta-feira. Sindicalistas defendem valor maior por menos horas semanais.

Publicidade

Prazo para votação do piso termina nesta sexta-feira. Sindicalistas defendem valor maior por menos horas semanais.

Por Clara Mousinho 

Professores da rede pública de educação, que estão com as atividades paralisadas por 24 horas em todo o país, vão dar uma aula em frente ao Congresso, como parte da manifestação para reivindicar o piso salarial nacional.

O secretário de Assuntos Educacionais da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Heleno Araújo, citou alguns exemplos da desigualdade salarial no país.

“No Acre um professor que trabalha 20 horas semanais recebe R$ 1.600, enquanto em Pernambuco o professor trabalha 30 horas e recebe R$ 200”.

Araújo lembrou que o prazo para votar a lei expira nesta sexta-feira, 31. O valor pleiteado pelos professoras é R$ 1.050 por 30 horas de trabalho e a proposta do Ministério da educação é de R$ 850 por 40 horas.

Agência Brasil

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR