Fórum Educação
29 de abril de 2020, 21h22

‘Quem manda sou eu’, diz Bolsonaro ao anunciar recurso contra o STF

Presidente desautoriza Advocacia-Geral da União e insiste em colocar amigo do filho no comando da Polícia Federal

Jair Bolsonaro (Foto: Alan Santos/PR)

O presidente Jair Bolsonaro desautorizou nesta quarta-feira (29) a Advocacia-Geral da União (AGU) e disse que vai recorrer da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes que impediu a posse do delegado Alexandre Ramagem no comando da Polícia Federal.

Mais cedo, a AGU divulgou nota pública na qual afirmou que não recorreria da suspensão da posse.

“É dever dela [AGU] recorrer”, disse. “Quem manda sou eu e eu quero o Ramagem lá”, disse Bolsonaro, que momentos antes, em solenidade no Palácio do Planalto, havia afirmado que seu sonho de nomear o delegado para o cargo de diretor-geral “brevemente se concretizará”.

Na entrada do Palácio da Alvorada, onde cumprimentou eleitores após uma caminhada, Bolsonaro acusou o judiciário de ingerência em seu governo.

“Eu quero o Ramagem lá. Foi uma ingerência, né? Mas vamos fazer tudo para o Ramagem. Se não for, vai chegar a hora dele e eu vou botar outra pessoa”, disse.

O delegado é amigo de um dos filhos do presidente, Carlos Bolsonaro, e próximo do presidente. Atual diretor da Abin, Ramagem trabalhou na segurança de Bolsonaro na campanha de 2018.

A indicação foi o pivô do pedido de demissão do então ministro da Justiça Sergio Moro, que acusou o presidente de interferir na PF para proteger filhos e aliados de investigações em andamento.

Com informações da Folha de S.Paulo.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum