Renan sobre silêncio de Bolsonaro diante de 500 mil mortes: “Diz muita coisa sobre seu caráter”

Relator da CPI do Genocídio também falou sobre as manifestações "em repúdio ao governo da morte"

O senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apura as omissões do governo no combate à pandemia, a CPI do Genocídio, foi às redes sociais na tarde deste domingo (20) para comentar as manifestações contra Jair Bolsonaro que ocorreram em todo o país no sábado (19) e também para criticar o silêncio do presidente diante da triste marca de 500 mil mortes por Covid alcançada pelo país.

“As expressivas manifestações em repúdio ao governo da morte adquirem maior relevância em função da pandemia. O Brasil todo lamenta as 500 mil mortes. Menos o presidente. Isso diz muita coisa sobre seu caráter”, escreveu Renan.

Notícias relacionadas

No sábado, logo após a notícia de que o Brasil chegou à 500 mil mortes por Covid vir à tona, os membros titulares da CPI, incluindo Renan, divulgaram uma nota conjunta para comentar o assunto e garantir que os trabalhos da comissão chegarão na punição dos responsáveis pela tragédia anunciada no Brasil.

“Meio milhão de vidas que poderiam ter sido poupadas, com bom-senso, escolhas acertadas e respeito à ciência. Asseguramos que os responsáveis pagarão por seus erros, omissões, desprezos e deboches. Não chegamos a esse quadro devastador, desumano, por acaso”, diz um trecho da nota.

Confira, abaixo, a íntegra.

Lula

O ex-presidente Lula foi também foi às redes sociais, no sábado (19), para comentar a marca macabra atingida pelo Brasil, que chegou às 500 mil mortes em decorrência da Covid-19, superando as piores previsões.

“500 mil mortos por uma doença que já tem vacina, em um país que já foi referência mundial em vacinação. Isso tem nome e é genocídio. Minha solidariedade ao povo brasileiro”, escreveu o ex-presidente, enquanto milhões de pessoas foram às ruas para protestar contra o governo de Jair Bolsonaro e sua omissão com relação à pandemia.

Publicidade

Publicidade
Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista, editor de Política, desde 2014 na revista Fórum. Formado pela Faculdade Cásper Líbero (SP). Twitter @ivanlongo_

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR