Fórumcast, o podcast da Fórum
03 de junho de 2016, 15h50

Secretária de Mulheres de Temer esteve envolvida em “articulação criminosa”, segundo PGR

Fátima Pelaes teria participado de um esquema de desvio de verbas do Ministério do Turismo enquanto era deputada.

Fátima Pelaes teria participado de um esquema de desvio de verbas do Ministério do Turismo enquanto era deputada

Por Redação, com informações da Folha de S. Paulo

Após a extinção do Ministério das Mulheres, o governo interino anunciou que seria criada uma secretaria vinculada ao Ministério da Justiça para absorver suas demandas. Fátima Pelaes, ex-deputada do Amapá, ainda não foi anunciada como secretária da pasta, mas já teria até participado de reuniões no governo Temer.

Ela, que já se declarou contra o aborto e outras reivindicações progressistas que as mulheres têm feito nos últimos anos, agora vê seu nome envolvido em um escândalo de corrupção.

A Procuradoria Geral da República divulgou um relatório no qual mostra detalhes das práticas corruptas supostamente feitas por Pelaes. A ex-deputada teria negociado contratos e convênios entre o Ministério do Turismo e uma ONG fantasma, chamada Ibrasi. Os valores teriam alcançado R$ 4 milhões.

Segundo testemunhas, Pelaes era beneficiária dos desvios desses recursos. O caso foi descoberto na Operação Voucher e, como na época Pelaes ainda exercia o mandato de deputada, ela teve foro privilegiado.

Foto de Capa: Fotos Públicas


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum