Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
13 de fevereiro de 2019, 12h18

Secretário de Desestatização, Salim Mattar diz que Vale é estatal e será “reprivatizada”

Segundo ele, os fundos de pensão "controlam a Vale", que foi privatizada em 1997, no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso

Salim Mattar, secretário de Desestatizações e Desinvestimentos do Ministério da Economia (Divulgação)

Dono da Rede Localiza, maior empresa de locação de veículos da América Latina, secretário de Desestatizações e Desinvestimentos do Ministério da Economia, Salim Mattar, disse nesta quarta-feira (13) que “a Vale é uma estatal” e será “reprivatizada” pelo governo Jair Bolsonaro (PSL).

“A Vale é uma estatal. Os fundos de pensão, patrocinados pelo Estado, detém o controle. Estamos aqui para reprivatizar a Vale. Precisamos permitir que a iniciativa privada gire o mundo dos negócios”, disse Mattar.

A Vale do Rio Doce foi privatizada em 1997, no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

O secretário não explicou se os fundos de pensão serão obrigados a se desfazer das ações na Vale, assim como o que será feito com a participação do BNDES na empresa.

Atualmente, os fundos de pensão Previ (Banco do Brasil), Petros (Petrobras), Funcef (Caixa Econômica Federal) e Funcesp são donos de 21% das ações da companhia. O BNDESPar (braço de investimentos do BNDES) tem com 6,7% das ações. Enquanto o Bradespar detém 5,8% da empresa e a japonesa Mitsui, 5,6%. Investidores estrangeiros são donos de 47,7% do capital da Vale, e os brasileiros, 13,2%.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum