Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
14 de setembro de 2016, 15h27

Secundaristas são retirados à força e impedidos de acompanhar CPI da Merenda em São Paulo

Os jovens foram agredidos e detidos pela Polícia Militar, que usou spray de pimenta contra aqueles que estavam na porta do plenário em que estava marcado o depoimento do presidente da Alesp, Fernando Capez (PSDB). Tucano é acusado de envolvimento no esquema de fraude de licitações das merendas

Por Redação

O depoimento do deputado estadual Fernando Capez (PSDB), nesta quarta-feira (14), para a CPI da Merenda na Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo), foi marcado por agressões e detenções de estudantes secundaristas que queriam acompanhar o depoimento do presidente da Casa.

A Polícia Militar usou spray de pimenta dentro dos corredores da Assembleia e um estudante passou mal. O depoimento de Capez estava marcado para às 9h da manhã e atrasou por conta do tumulto. O deputado tucano é acusado de estar envolvido no esquema de fraudes em licitações da merenda escolar.

A Polícia Militar informou que dois agentes foram agredidos durante a confusão.

Foto de Capa: Mídia Ninja

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum