Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
22 de fevereiro de 2017, 21h28

Serra deixa ministério das Relações Exteriores e alega problemas de saúde

Em carta ao presidente Michel Temer, o tucano pediu demissão do cargo de chanceler alegando problemas de saúde, sem entrar em detalhes. Ele afirma ainda que reassumirá seu mandato como senador em São Paulo. Leia

Por Redação

O ministro das Relações Exteriores, José Serra, pediu demissão do cargo na noite desta quarta-feira (22) alegando problemas de saúde. Em carta ao presidente Michel Temer e sem entrar em detalhes, Serra disse que está passando por tratamentos médicos que o impedem de fazer viagens internacionais que a função de chanceler requer.

“Faço-o com tristeza mas em razão de problemas de saúde que são do conhecimento de Vossa Excelência, os quais me impedem de manter o ritmo de viagens internacionais inerentes à função de Chanceler. Isto sem mencionar as dificuldades para o trabalho do dia a dia. Segundo os médicos, o tempo para restabelecimento adequado é de pelo menos quatro meses”, escreveu na carta.

O tucano informou ainda que reassumirá seu mandato como senador em São Paulo.

Leia a íntegra.

“Senhor presidente,

Pela presente, venho solicitar minha exoneração do cargo de Ministro de Estado das Relações Exteriores.

Faço-o com tristeza mas em razão de problemas de saúde que são do conhecimento de Vossa Excelência, os quais me impedem de manter o ritmo de viagens internacionais inerentes à função de Chanceler. Isto sem mencionar as dificuldades para o trabalho do dia a dia. Segundo os médicos, o tempo para restabelecimento adequado é de pelo menos quatro meses.

Para mim, foi motivo de orgulho integrar sua equipe. No Congresso, honrarei o meu mandato de senador trabalhando pela aprovação de projetos que visem à recuperação da economia, ao desenvolvimento social e à consolidação democrática no Brasil.

Respeitosamente, José Serra”


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum