“Show de misoginia”: Presidente da CPI condena ataque de Bolsonaro a jornalista

Omar Aziz cobrou um posicionamento da oncologista Nise Yamaguchi, que decidiu processá-lo em razão de depoimento à comissão

O senador Omar Aziz (PSD-AM), presidente da CPI do Genocídio, protestou nesta segunda-feira (21) contra o ataque feito nesta tarde pelo presidente Jair Bolsonaro contra a jornalista Laurene Santos, da TV Vanguarda, afiliada da TV Globo. O congressista relacionou o episódio com a ação movida pela oncologista negacionista Nise Yamaguchi contra ele e o senador Otto Alencar (PSD-BA).

“Desejo os melhores sentimentos para a jornalista Laurene Santos, que foi vítima de agressão verbal por parte do presidente da República. Gostemos ou não, o jornalismo sério é fundamental em qualquer democracia e os que fazem disso sua lida devem ser respeitados”, escreveu o parlamentar.

“Espero que os ‘defensores’ da médica Nise Yamaguchi se solidarizem com a jornalista e que os advogados dela processem o senhor Jair Bolsonaro pelo show de misoginia desta tarde. Laurene não esmoreça. Seu trabalho é importante para o Brasil melhor que todos sonhamos”, prosseguiu o senador.

Yamaguchi pede à Justiça uma indenização R$ 160 mil de Aziz e Alencar por danos morais, o que totalizaria R$ 320 mil. Os advogados da médica alegam que ela teria sido humilhada durante depoimento à CPI no dia 1º de junho.

Na ocasião, a médica citou estudo descontinuado para defender a cloroquina, remédio que não tem eficácia comprovada contra a Covid, e foi rebatida pelos senadores, principalmente por Otto Alencar, que é médico.

Em dado momento, Alencar colocou os conhecimentos científicos de Nise em xeque e ainda perguntou se ela sabia a diferença entre um vírus e um protozoário – e não obteve resposta. A oncologista classificou isso como “massacre moral” e disse ser alvo de misoginia.

Nise é apontada como uma das integrantes do chamado “gabinete paralelo” que abastecia o presidente Jair Bolsonaro com orientações negacionistas, inclusive pregando contra as vacinas.

Notícias relacionadas

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e pela América Latina, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum Global

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR