Situação do Brasil é grave e lockdown deve ser considerado, diz Anthony Fauci

No entanto, assim que assumiu o Ministério da Saúde, o médico Marcelo Queiroga disse que "a ordem é evitar lockdown"

Anthoni Fauci, médico estadunidense que lidera as ações de combate à pandemia nos EUA, declarou que a situação do Brasil é muito grave e que o lockdown nacional deve ser “seriamente” considerado”.

“Todos reconhecem que há uma situação muito grave no Brasil. Não há dúvidas de que medidas severas de saúde pública, incluindo lockdowns, têm se mostrado muito bem-sucedidas em diminuir a expansão dos casos. Então, essa é uma das coisas que o Brasil deveria pensar e considerar seriamente dado o período tão difícil que está passando”, disse Fauci à BBC.

Porém, seguindo as orientações do presidente Bolsonaro, o novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, quando questionado sobre a possibilidade de um fechamento nacional, declarou que “a ordem é evitar lockdown”.

Fauci ganhou notoriedade na primeira onda da pandemia, pois, por mais de uma vez discordou e não acatou ordens do então presidente dos EUA, Donald Trump que, assim como Bolsonaro, tinha uma posição negacionista e também levou o seu país ao colapso sanitário.

“Negar a gravidade do surto nunca ajuda. Na verdade, muitas vezes piora a situação. Para controlar uma epidemia, você precisa admitir que tem um problema sério. Depois de admitir que tem um problema sério, você pode começar a fazer as coisas para resolvê-lo”, disse.

O médico não gosta de dizer que o Brasil é uma ameaça, teme que tal frase seja usada fora de controle, mas alerta para o fato de que a variante P1 já está se espalhando pela América do Sul. “O que estou dizendo é que o Brasil está em uma situação grave que está se espalhando para outros países da América do Sul, o que é lamentável. E esse é um dos motivos pelos quais é muito importante para a América do Sul e o Brasil, em particular, tentar vacinar o máximo de pessoas o mais rápido possível”, analisa Fauci.

Com a mudança de governo e já sob a gestão de Joe Biden, os EUA acompanham uma queda constante no número de casos e mortes por Covid-19. Para Fauci, a lição que fica é que a ciência deve sempre ser escutada. “Se você seguir a ciência, provavelmente terá um melhor controle sobre o vírus e será capaz de seguir as evidências que surgirem”, disse.

Por fim, Fauci deixou um recado para as pessoas do Brasil. “Minha mensagem ao povo brasileiro é tentar ao máximo evitar aquelas coisas que levam à propagação do vírus, usar máscaras, evitar ir a ambientes lotados, manter distância física, lavar as mãos. Sempre que você puder. Esses são os elementos básicos de saúde que, se os brasileiros seguirem poderão controlar a pandemia”.

Com informações da BBC Brasil.

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).