Sport Recife define comissão de ética para analisar se houve homofobia contra Gil do Vigor

O ex-BBB foi vítima de ataques de ódio por parte de um dos conselheiros do clube que pode ser expulso; conselheiro do clube pode ser expulso

O Conselho Deliberativo do Sport Recife definiu a comissão de ética do clube para o biênio 2021-22. Os membros serão os responsáveis por analisar o pedido de expulsão do conselheiro Flavio Koury por ter feito declarações homofóbicas contra o ex-BBB Gil do Vigor.

A comissão de ética terá um prazo de 30 dias – que pode ser estendido por mais 30 – para apurar a denúncia e apresentar um parecer. Flávio Koury terá 15 dias para apresentar a sua defesa. Posteriormente, o a avaliação do caso será apresentada e votada pelo plenário do Conselho.

Irão compor a Comissão de ética os advogados Silvio Neves Batista, Fernando Pessoa, Arsênio Meira de Vasconcelos e Paulo Belfort. O engenheiro Marcílio Paraíso também irá ocupar. Todos os nomes escolhidos já ocuparam cargos relevantes dentro do clube.

Gil do Vigor: “Já sofri homofobia em várias ocasiões”

O ex-BBB Gilberto Nogueira, conhecido popularmente como Gil do Vigor, declarou, durante entrevista no programa Papo de Segunda, exibido pelo canal GNT, que já foi vítima de homofobia em diversas ocasiões na vida.

“Várias vezes na igreja, na universidade, em outros lugares, sofri ataque e não tinha para quem recorrer. Vou recorrer a quem? Tenho que chegar no trabalho 8h, sair 17h, ir para a faculdade 18h. Então, é aguentar calado e esperar, não tem muito como recorrer”.

Em campo, jogadores do Sport se manifestam contra a LGBTfobia a Gil do Vigor; veja vídeo

Antes do início da partida deste domingo (16) contra o Náutico, os jogadores do Sport fizeram uma manifestação contra a LGBTfobia e também prestaram uma homenagem ao ex-BBB Gilberto Nogueira, que foi vítima de ataques homofóbicos desferidos por Flávio Koury, conselheiro do clube.

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).