Fórumcast, o podcast da Fórum
09 de agosto de 2016, 10h07

STF deve julgar hoje ação que pode impedir Russomanno de se candidatar

Candidato à prefeitura de São Paulo é acusado de desvio de dinheiro público por usar verba da Câmara para pagar salário da gerente de sua produtora de vídeos.

Pré-candidato à prefeitura de São Paulo é acusado de desvio de dinheiro público por usar verba da Câmara para pagar salário da gerente de sua produtora de vídeos

Por Redação*

Apresentador de TV e deputado federal pelo PRB, Celso Russomanno pode ter sua candidatura impugnada por causa da possível condenação no julgamento de um processo por desvio de dinheiro público (peculato), cuja apreciação no Supremo Tribunal Federal (STF) está prevista para esta terça-feira (9).

O caso aconteceu entre 1997 e 2001, quando o político teria utilizado verba da Câmara para pagar a gerente de sua produtora de vídeo. Se condenado, ele ficará inelegível por 8 anos.

Em 2015, Russomanno recorreu em primeira instância e acabou assumindo como deputado, ganhando foro privilegiado, de maneira que a apuração da ação fosse transferida ao STF.

Inicialmente, o parlamentar seria julgado no próximo dia 16, um dia antes do prazo final de registro da candidatura, mas o STF acelerou o processo e deve decidir o destino dele ainda hoje.

A defesa do apresentador nega que tenha havido ato irregular. Russomanno é pré-candidato à prefeitura da cidade de São Paulo e tem como vice a empresária Marlene Campos Machado, do PTB.

Foto: Agência Câmara


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum