Fórumcast #20
16 de agosto de 2016, 12h47

Suplicy participa de “deitaço” contra impeachment e lembra prisão em julho

Na tarde deste domingo (14), o candidato a vereador em São Paulo se deitou com manifestantes contrários ao processo de impeachment na Avenida Paulista e lembrou sua prisão.

Na tarde deste domingo (14), o candidato a vereador em São Paulo se deitou com manifestantes contrários ao processo de impeachment na avenida Paulista e lembrou sua prisão

Por Redação

Na tarde do último domingo, Eduardo Suplicy (PT), candidato a vereador em São Paulo, se reuniu com manifestantes contrários ao golpe parlamentar e processo de impeachment instaurados contra a presidenta Dilma Rousseff e participou de um “deitaço” na avenida símbolo da cidade.

O economista e político foi convidado pelo coletivo Domingos Contra o Golpe para discursar para os presentes. Suplicy comentou a situação delicada da política brasileira e convidou a todos a se deitarem no chão como forma de protesto pacifico.

A manifestação proposta por Suplicy lembrou sua prisão em julho durante uma reintegração de posse na zona oeste da cidade. Na ocasião, o político se deitou no chão e foi preso por policiais por “tumultuar uma reintegração de posse”, de acordo com nota assinada pela secretaria de Segurança Pública. O político comentou, ao sair da delegacia, que se deitou no chão para “impedir uma cena de violência incontrolável” entre manifestantes e a polícia.

Veja também:  Gleisi rebate Bolsonaro após ataque ao Bolsa Família: "Já deixou claro que não gosta de pobre"

Foto: Reprodução


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum