Fórumcast #20
13 de junho de 2016, 16h33

Supostamente ilhado e sem apoio, Cunha teme ser investigado por Moro se renunciar

Sem o apoio do PMDB e do maior bloco, informal, de aliados do Congresso, o Centrão, Cunha teme que seus processos passem para a primeira instancia, a cargo de Sérgio Moro.

Sem o apoio da base governista e do maior bloco informal de aliados do Congresso, o Centrão, Cunha teme que seus processos passem para a primeira instância, a cargo de Sérgio Moro

Por Redação

Antigos aliados do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), têm pressionado para que o parlamentar renuncie ao cargo, devido as investigações da Operação Lava Jato, que recaem sobre ele.

Após a jornalista Cláudia Cruz se tornar ré na Lava Jato, Cunha assumiu postura ainda mais irredutível e afirma não poder renunciar pois seria promovido um cerco contra sua família.

Cunha é acusado de mentir para a CPI da Petrobrás, em 2015, sobre contas no exterior. Na ocasião, alegou não ter contas fora do país. Cunha foi ligado a contas na Suíça e frota de carros de luxo e, agora é acusado de quebra de decoro parlamentar.

Os aliados de Cunha admitem que será uma votação difícil e que a situação é delicada. O presidente afastado da Casa articula tentativa de mudança da cassação para uma pena menos dura, como suspensão do mandato, bem como busca mudar as regras da votação do relatório, mantendo aberta a possibilidade de pena branda.

Veja também:  Padre que ministra curso sobre maconha medicinal critica Osmar Terra: "Não tem base científica"

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum