SUS começa a distribuir ‘pílula do dia seguinte’ contra Aids

Antes burocrático, o tratamento agora ficará acessível em postos de saúde para todos aqueles que tiveram risco de contato com o vírus HIV.

Antes burocrático, o tratamento agora ficará acessível em postos de saúde para todos aqueles que tiveram risco de contato com o vírus HIV 

Por Redação 

Começou a valer, a partir desta quinta-feira (23), a distribuição gratuita da ‘pílula do dia seguinte’ contra a Aids pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A medida foi publicada no Diário Oficial da União e, a partir de agora, todos aqueles que tiveram algum tipo de contato de risco com o vírus HIV poderão ter acesso à medicação em um posto de saúde.

O tratamento – chamado de profilaxia pós-exposição – pode ser feito por profissionais de saúde que tiveram contato com o sangue de um paciente, vítimas de violência sexual ou mesmo aqueles que tiveram relações sexuais sem o uso de preservativos. A medicação, para ter eficácia, deve ser tomada no máximo em até 72 horas após a exposição ao vírus e o tratamento dura 28 dias.

O objetivo da regularização da distribuição da pílula, de acordo com o Ministério da Saúde, é ampliar o acesso. O tratamento existe desde a década de 90, mas o processo era burocrático e muitas vezes restrito aos profissionais de saúde ou às vítimas de violência sexual. Com a mudança, a medicação passa a ser distribuída em postos de saúde e unidades especializadas do SUS.

Em dezembro, um aplicativo com informações e orientações sobre os postos será lançado pelo Ministério da Saúde.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR