Taxa de transmissão da Covid-19 no Brasil volta a nível de descontrole da doença

Estudo do Imperial College of London mostra que Rt está em 1,1 o que significa que cada infectado passa a doença a mais uma pessoa; para contágio regredir, número tem de ser inferior a 1

Levantamento divulgado nesta terça-feira (17) pelo Imperial College de Londres aponta que a taxa de transmissão do novo coronavírus no Brasil, o chamado Rt, subiu a 1,10. Ela tinha ficado em 0,68 na semana anterior, o menor índice da pandemia.

O número indica que, a cada 100 pessoas contaminadas pelo novo coronavírus, outras 110 serão infectadas. Isso quer dizer que cada paciente com a doença a transmite a mais de uma pessoa, o que aumenta a chance de propagação. Ou seja, ao contrário do que apregoam os negacionistas, a pandemia não acabou.

Taxas inferiores a 1 indicam que a transmissão está sendo reduzida. Os pesquisadores estimam que o índice possa variar de 1,05 a 1,24 nesta semana, o que de toda forma revela que a disseminação do novo coronavírus voltou a sair do controle no país.

O cálculo é feito com a partir das estatísticas oficiais compiladas até segunda-feira (16). Os pesquisadores identificaram 2.722 mortes registradas na semana passada e estimam que, nesta semana, o total de óbitos pela doença deva subir no Brasil, para 3.070 – podendo ficar num intervalo entre 2.660 e 3.350.

Alta nos hospitais

Mesmo antes de divulgado esse indicador do Imperial College, o estado de São Paulo já havia identificado alta de 18% nas internações por Covid-19. O aumento se deu na semana passada em relação à retrasada, tanto nos hospitais públicos quanto nos particulares do estado.

O número fez o governo estadual adiar até o dia 30 de novembro possíveis flexibilizações nas permissões de atividades.

Havia previsão de que, nesta segunda-feira (16), a maior parte do estado fosse levada à fase verde do Plano São Paulo, que permite a abertura de cinemas, teatros e museus, entre outros. A capital já está nessa categoria.

Avatar de Fabíola Salani

Fabíola Salani

Graduada em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. Trabalhou por mais de 20 anos na Folha de S. Paulo e no Metro Jornal, cobrindo cidades, economia, mobilidade, meio ambiente e política.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR