Fórum Educação
23 de Maio de 2020, 17h00

TCU apura interferência de Carlos Bolsonaro e Wajngarten no Banco do Brasil para ajudar site de fake news

Banco tinha removido publicidade, mas alterou medida depois de reclamação pública do filho do presidente e do chefe da Secom

Fabio Wajngarten, chefe da Secom, e Carlos Bolsonaro (Foto: Montagem)

O subprocurador Lucas Furtado, que atua junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), apresentou representação pedindo que o órgão investigue e tome medidas contra a interferência indevida da família do presidente Jair Bolsonaro e do chefe da Secretaria de Comunicação da Presidência (Secom), Fabio Wajngarten, na publicidade do Banco do Brasil.

Na semana passada, o banco anunciou que estava retirando anúncios de um site de fake news, após denúncia da Sleeping Giants Brasil. Carlos Bolsonaro, filho do presidente, reclamou e Wajngarten disse, nas redes sociais, que estava “contornando” a situação.

Depois das reclamações, os anúncios voltaram. Além de conteúdos falsos ou enganosos, o site é conhecido por publicar mensagens favoráveis ao governo e ataques a adversários de Bolsonaro, além de críticas ao isolamento social, necessário na pandemia de coronavírus.

Furtado pede que o TCU intervenha para que o banco “abstenha-se de retroceder” dos vetos aos anúncios ao site em questão, “bem como em qualquer outro que seja notoriamente divulgador de fake news”. E sugere multa e até o afastamento de Wajngarten do cargo.

O Banco do Brasil negou que mudou a sua decisão por interferência e Wajngarten alega que os sites de fake news alinhados com o governo são “jornais independentes” e “importantes para a liberdade de expressão”.

O Sleeping Giants Brasil é um perfil no Twitter que alerta empresas quando suas publicidades estão em sites com conteúdo racista ou fake news. Conduzida com êxito nos EUA, o Sleeping Giants acaba de chegar ao país e também a Europa.

Com informações da coluna da Mônica Bergamo, no jornal Folha de S.Paulo


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum