Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
28 de junho de 2007, 11h50

Terceira fábrica sob gerencia dos trabalhadores poderá sofrer reintegração de posse

A fábrica ocupada Flaskô, em Sumaré, São Paulo, pode sofrer intervenção judicial em breve. Outras duas fábricas, Cipla e Interfibra, em Joinville, Santa Catarina, já se encontram nessa situação.

A fábrica ocupada Flaskô, em Sumaré, São Paulo, pode sofrer intervenção judicial em breve. Outras duas fábricas, Cipla e Interfibra, em Joinville, Santa Catarina, já se encontram nessa situação.

Na quarta-feira, 20, esteve presente na Flaskô o interventor Rainoldo Uessler, designado pela Justiça para assumir o conglomerado Cipla, após a decisão judicial de reintegração de posse das fábricas.

No dia 31 de maio, a Polícia Federal executou o pedido de intervenção judicial nas plantas do grupo Cipla, que inclui a unidade da Interfibra, ambas em Joinville, Santa Catarina. A mesma sentença determinava que a Flaskô, em Sumaré, São Paulo, sofresse o mesmo tipo de medida.

A ordem expedida pelo juiz Osiel Francisco de Sousa, da vara federal de execuções fiscais de Joinville, decreta a reintegração de posse das três fábricas ocupadas e a substituição da comissão de trabalhadores que administrava o conglomerado por um interventor nomeado. A ordem foi concedida a pedido a pedido do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)

Durante a visita de Uessler à Flasko, foi anunciada a demissão conselho de fábrica, assim como o fez nas outras duas fábricas.

Em repúdio à decisão, os trabalhadores pararam as maquinas e pressionaram para que o interventor abandonasse a fábrica. Está previsto que a Polícia Federal compareça para a reintegração de posse.

Segundo Pedro Santinho, da comissão do conselho de fábrica da Flaskô, os trabalhadores realizaram “piquetes para assegurar a não-reintegração. Resistiremos até o presidente Lula e o ministro da Previdência, Luís Marinho, retirarem a intervenção na Cipla e Interfibra e a ação judicial movida pelo INSS”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags