Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
20 de fevereiro de 2020, 13h53

Terrorista alemão de extrema-direita alemão se suicida, mas deixa vídeo com “mensagem aos estadunidenses”

O vídeo, de cerca de dois minutos, mostra Tobias Rathjen fazendo declarações desconexas e repetitivas sobre organizações secretas e teorias conspirativas.

Tobias Rathjen, o terrorista de extrema-direita que matou 11 pessoas em Hanau (foto: reprodução Youtube)

A polícia alemã encontrou, na tarde desta quinta-feira (20), o corpo do alemão Tobias Rathjen, de 43, provável autor dos atentados terroristas da noite anterior, contra dois bares da comunidade árabe.

O corpo de Rathjen foi encontrado sem vida em um apartamento próximo a um dos bares atacados, e apresentava sinais de suicídio. No mesmo apartamento, foi encontrado o corpo sem vida de sua mãe (cujo nome não foi divulgado até o momento), e os legistas agora investigam se ela teria sido assassinada pelo filho.

Na noite de quarta-feira (19), na cidade de Hanau, Rathjen realizou dois ataques terroristas contra bares frequentados por imigrantes muçulmanos, matando 11 pessoas e ferindo outras 5. O assassino era militante de um grupo de extrema-direita alemão.

Outras evidências que indicam a culpa de Rathjen foram encontradas em um veículo estacionado próximo a um dos bares da comunidade árabe, como uma licença de caça – com a qual confirmaram a identidade do terrorista – e pendrive com um vídeo de cerca de dois minutos, que ele gravou com uma “mensagem a todos os estadunidenses”, e que também foi publicado na Internet.

No vídeo, Rathjen fala em inglês e alerta os norte-americanos que “seu país está sob o controle de sociedades secretas invisíveis. Usam métodos malignos desconhecidos, como o controle mental, e mantêm um sistema moderno de escravidão”.

Ele continua: “seu exército esconde profundas bases militares subterrâneas. Em algumas delas, realizam cultos de adoração ao diabo. Abusam, torturam e matam crianças pequenas, em uma quantidade incrível, isso acontece em seu país há muito tempo, enquanto vocês acham que tudo está normal”, afirma o extremista.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum