sexta-feira, 18 set 2020
Publicidade

The Guardian: Governo Bolsonaro ataca a indicada ao Oscar Petra Costa

O jornal britânico The Guardian reportou nesta terça-feira (4) que o governo do presidente Jair Bolsonaro promoveu ataques contra a cineasta Petra Costa através da Secretaria de Comunicação do Governo Federal. Costa foi taxada de “anti-brasil” e difusora de “fake news” pelo órgão do governo.

“Em uma extraordinária enxurrada de tweets na segunda-feira, a agência presidencial responsável por elevar o perfil internacional do Brasil atacou ferozmente a diretora de documentários, Petra Costa, classificando-a como ‘uma ativista anti-brasil’ que ‘manchou a imagem do país no exterior'”, diz trecho da reportagem do jornalista Tom Phillips.

Na noite de segunda-feira (3) a secretaria de Comunicação Social do governo Federal publicou um vídeo distorcendo algumas das declarações dadas por Costa em entrevista à rede PBS colocando uma tarja escrito “Fake News” mesmo em trechos em que a cineasta expressava uma opinião, e não uma informação “jornalística”. A Secom ainda postou uma série de tuítes “desmentindo” a diretora.

A reportagem o Guardian contraria a Secom e afirma que os dados apresentados pela cineasta são corretos. Tom Phillips confirma a informação de que o número de homicídios cometidos por policiais cresceu cerca de 20% no Rio de Janeiro e que a Amazônia está sob ameaça. “Os principais cientistas alertam que o desmatamento está empurrando a floresta amazônica para um ponto de inflexão irreversível, embora não esteja claro com precisão quanto tempo”, aponta.

Tal atitude fez a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) entrar com um pedido na Procuradoria Geral da República (PGR) contra o órgão do governo afirmando que a Secom feriu o princípio de impessoalidade da administração pública com as publicações.

Feliciano

O deputado federal Marco Feliciano (Sem Part. – SP), vice-líder do Governo no Congresso, usou a mesma entrevista concedida por Costa à PBS para apresentar uma queixa à PGR por supostos crimes contra a segurança nacional e intolerância religiosa.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.