Fórumcast, o podcast da Fórum
01 de junho de 2016, 12h28

Uber x Táxi: Irmãos em carro preto são espancados por 50 taxistas no DF

Novamente pessoas em carros pretos foram confundidas com motoristas do aplicativo e agredidas por taxistas. Dessa vez, quatro irmãos foram perseguidos, emboscados e espancados por cerca de 50 taxistas ao deixarem o Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek

Por Redação*

Os irmãos voltavam de Recife e deixaram o aeroporto rumo a Ceilândia (DF). Pouco depois foram ultrapassados por um táxi em alta velocidade que freou na frente do carro provocando uma batida. O motorista, de acordo com Clécio Alves (uma das vítimas), desceu do carro pedindo desculpas e pediu para que fosse acompanhado para resolverem o problema. A família seguiu o taxista e caiu no que classificaram como “armadilha”.

No local, cerca de 50 homens cercaram o carro e atacaram a família. Um dos taxistas ameaçava os irmãos de morte afirmando que eram Uber. As vítimas relataram ainda que alguns dos homens envolvidos seguravam punhais e pedaços de madeira durante a agressão.

Naquela mesma noite, pouco antes, cinco motoristas do Uber foram coagidos e agredidos em um posto de gasolina próximo ao aeroporto. Ambos os casos foram registrados na 10ª Delegacia de Policia e serão investigados pela Policia Civil.

Veja também:  Governo Bolsonaro divulga portaria e suspende verbas para filmes dirigidos ao público LGBT

Outros casos de agressões a motoristas do Uber foram registrados no último ano, em um desses episódios, em outubro do ano passado, Alexandre Rodrigues Rocha levou oito pontos na cabeça após a agressão. Na época, os suspeitos foram levados para a delegacia e liberados em seguida.

Foto: Fernanda Carvalho/ Fotos Públicas

*Com informações G1

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum