quinta-feira, 29 out 2020
Publicidade

STJ afasta Witzel do governo do Rio e decreta prisão de pastor Everaldo

Mentor da candidatura e da campanha de Wilson Witzel, Pastor Everaldo se notabilizou por batizar Jair Bolsonaro nas águas do rio Jordão

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) divulgou nesta sexta-feira (28) a decisão de afastar Wilson Witzel (PSC) do governo do Rio de Janeiro e expediu mandados de prisão contra o pastor Everaldo Dias Pereira, presidente do PSC, e Lucas Tristão, ex-secretário de Desenvolvimento Econômico do estado.

Agentes da Polícia Federal estão nas ruas para cumprir os mandados de prisão. Há também ordens de busca e apreensão na sede do governo do Rio de Janeiro e em estabelecimentos ligados à primeira-dama do Estado, Helena Witzel.

Não há mandado de prisão contra Witzel e quem assume o governo é o vice, Cláudio Castro, também do PSC.

Ligação com Bolsonaro
Mentor da candidatura e da campanha de Wilson Witzel, Pastor Everaldo se notabilizou por batizar Jair Bolsonaro (Sem partido) nas águas do rio Jordão.

Ex-deputado, Everaldo é pastor na Igreja Assembleia de Deus e tem um longo histórico de relação com o clã Bolsonaro, mas virou desafeto após o rompimento de relações entre o presidente e o governador do Estado.

Plinio Teodoro
Plinio Teodoro
Plínio Teodoro Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.