Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de fevereiro de 2012, 09h48

Uribe acusa dirigente de Ong dos direitos humanos de ser cúmplice das Farc

O presidente colombiano, Álvaro Uribe, qualificou o chileno José Miguel Vivanco, diretor para as Américas da Human Rights Watch, de ser "cúmplice" das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). "Não venha o senhor Vivanco me ensinar direitos humanos. Antes que o senhor Vivanco, defensor das Farc, cúmplice das Farc, viesse criticar a política de segurança democrática, nós estávamos fazendo esforços para levar o país adiante após mais de 40 anos de terrorismo", disse Uribe.

O presidente fez a declaração na saída de uma reunião com indígenas na qual não conseguiu um acordo para a suspensão de um protesto social iniciado nas últimas semanas, no qual exigem do governo o cumprimento de acordos prévios sobre terras, produtividade e outros temas.

Uribe já havia feito outra crítica a organização de defesa de direitos humanos no fim de semana. "Quero dizer ao senhor Vivanco e aos senhores da Anistia Internacional que eles não têm que nos ensinar sobre direitos humanos, nem sobre convenções cristãs, nem sobre convenções democráticas", disse o presidente.
Segundo o mandatário, Vivanco "atua por rancor pessoal", porque "aqui pedimos respeito a ele há muito tempo".

A HRW emitiu por diversas vezes condenações contra as Farc, mas o último relatório da entidade causou a polêmica com o governo. No início de outubro, a HRW emitiu um relatório no qual acusou a administração de Uribe de impedir o trabalho da justiça local e de estabelecer relações entre grupos paramilitares e setores políticos do país.

Há algumas semanas, Vivanco foi expulso da Venezuela pelo presidente Hugo Chávez, quem afirmou que a organização de direitos humanos "foi criada pelo império para tentar manipular o mundo com o tema sacrossanto dos direitos humanos".

Na ocasião, o dirigente chileno havia apresentado um informe sobre os dez anos do governo Chávez, no qual denunciava o enfraquecimento da democracia e dos direitos humanos no país.

(Com informações da agência ANSA)


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags