SP: Governo federal atrasa repasse e deixa população sem a 2ª dose da AstraZeneca

De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, a situação deve ser normalizada entre os dias 13 e 17 deste mês

Na manhã destra quinta-feira (9) várias pessoas que foram receber a 2ª dose da AstraZeneca relataram à Fórum que, ao chegar no posto de vacinação foram informadas que o imunizante não estava disponível e que não havia previsão para a reposição.

À Fórum, a Assessoria de Comunicação da Prefeitura da cidade de São Paulo confirmou a falta do imunizante da AstraZeneca e revelou que aguarda o repasse do governo Federal para normalizar a situação. Ainda de acordo com a prefeitura, a situação deve ser normalizada entre os dias 13 e 17 deste mês.

Todavia, a assessoria da Prefeitura destacou que o atraso de alguns dias não prejudica a eficácia do imunizante. Em todo caso, afirmou que as pessoas terão de esperar o envio das vacinas por parte do governo federal e, posteriormente, serem imunizadas.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde afirma que “devido à alta adesão por parte da população, nestes últimos dias, com aplicação de mais de 200 mil doses da vacina anti Covid diariamente, pode ocorrer falta de alguns imunizantes nas redes”.

O governo federal, por sua vez, nega que haja atraso e que os insumos serão enviados nos prazos combinados e de acordo com a segunda dose.

Confira abaixo a nota da Secretara Municipal de Saúde:

“A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), informa que, devido à alta adesão por parte da população, nestes últimos dias, com aplicação de mais de 200 mil doses da vacina antiCovid diariamente, pode ocorrer falta de alguns imunizantes na rede.

A Pasta recebe nesta quinta-feira (9), do Governo do Estado, 254.556 doses da vacina Pfizer e 128.510 da Coronavac. Em relação a AstraZeneca, a SMS aguarda a entrega pelo Ministério da Saúde.

Para garantir a vacinação nos territórios e resolver eventuais desabastecimentos por conta da alta procura em algumas regiões, a SMS realiza o remanejamento entre as unidades do município.

Até esta quarta-feira (8), a capital aplicou 15.409.368 doses, sendo 9.874.108 primeiras doses, 5.200.428 segundas doses e 321.565 doses únicas. A cobertura vacinal para população acima de 18 anos está em 104,8% para primeira dose ou dose única e 59,8% para segunda dose ou dose única.

Em adolescentes de 12 a 17 anos, foram aplicadas até o momento 550.036 primeiras doses, representando cobertura vacinal de 65,2%”.

Publicidade
Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR