Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
10 de dezembro de 2016, 12h57

Veja a íntegra da delação da Odebrecht que pode derrubar Temer

Claudio Melo Filho, ex-diretor da Odebrecht em Brasília, contou como entregou dinheiro vivo no escritório de advocacia de José Yunes, amigo do presidente

Da Redação 

Temer e Padilha

Temer e Padilha, ministro da Casa Civil, lideravam repasses (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O ex-diretor da Odebrecht Claudio Melo Filho entregou documento ao Ministério Público Federal, onde conta que o presidente Michel Temer (PMDB) pediu “apoio financeiro” ao seu partido em 2014. Uma das entregas foi feita no endereço do escritório de advocacia de José Yunes, amigo de Temer e atual assessor da Presidência da República.

Clique aqui para ler a íntegra da delação de Claudio Melo Filho em pdf

O delator contou ainda que foram entregues ao longo dos anos mais de R$ 22 milhões a Romero Jucá, responsável por redistribuir a propina aos correligionários do PMDB. Ele contou também que os repasses na Câmara eram liderados pelo presidente Michel Temer, Eliseu Padilha, atual ministro-chefe da Casa Civil, e Moreira Franco, também com cargo no Palácio do Planalto.

Leia também:

Rede Globo usa sete minutos do Jornal Nacional para detonar Temer

OAB diz que é urgente esclarecer denúncias contra Temer

Delator da Odebrecht diz que levou dinheiro vivo a amigo de Temer


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum