Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
30 de dezembro de 2016, 10h25

Veja usa Marcela para alavancar popularidade de Temer e recebe enxurrada de críticas dos próprios leitores

A tentativa da revista de alçar a primeira-dama ao posto de "queridinha dos brasileiros" acabou tendo efeito contrário.

A tentativa da revista de alçar a primeira-dama ao posto de “queridinha dos brasileiros” acabou tendo efeito contrário

Por Redação

A tentativa da revista Veja de atenuar a rejeição dos brasileiros em relação ao presidente Michel Temer foi por água abaixo. A publicação trouxe na última capa a primeira-dama Marcela e, como de costume, destacou o estereótipo da mulher bonita, discreta e dedicada aos cuidados com a família.

A expressão “bela, recatada e do lar”, usada pela revista em outra reportagem sobre a esposa de Temer, gerou críticas à defesa de um padrão de comportamento incompatível com os dias atuais, em que a mulher luta por igualdade entre os gêneros e por espaços antes considerados masculinos.

A matéria mais recente mostra fotos de Marcela no salão de beleza e nos tempos em que atuava como modelo. O texto ressalta o empenho do Palácio do Planalto em usá-la para melhorar a imagem do governo, inclusive a submetendo a treinamentos para lidar com a agenda pública do marido.

No entanto, mesmo com todo esse apelo midiático para alçar Marcela ao posto de “queridinha dos brasileiros”, a reação foi inversa. Os próprios leitores do veículo consideraram a atitude exagerada e encheram o Facebook da Veja de comentários depreciativos.

“Essa revista é uma piada. O que vai aumentar a popularidade de Temer é quando ele renunciar urgentemente”, escreveu um seguidor. “É sério? Os desempregados vão ficar olhando pra ela e enchendo a barriga”, ironizou outro. “Parabéns Veja! Vocês acabaram de provar que a canalhice não tem limites. Tem preço!”, protestou um terceiro.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum