Vídeo: Antes de Cid Gomes ser alvejado, polícia fechou comércios e assustou moradores de Sobral

Mais tarde, ao tentar conter a greve, Cid Gomes foi baleado. Ele não corre risco de morte

Nesta quarta-feira (19), batalhões da Polícia Militar do Ceará foram atacados por grupos de pessoas encapuzadas e mascaradas, que seriam policiais encampando uma greve ilegal.

Em Sobral, homens encapuzados em carros da PM ordenaram que comerciantes fechassem as portas. Esses policiais grevistas não aceitaram acordo do governador Camilo Santana (PT) com a categoria.

Mais tarde, ao tentar conter a greve, o senador Cid Gomes (PDT-CE) foi baleado. Ele não corre risco de morte, mas passa por exames e está em observação.

“Eu vim aqui defender a paz e a tranquilidade do povo de Sobral. Ninguém será chantageado, ninguém deixará de trabalhar, de abrir suas portas e caminhar com tranquilidade em Sobral”, disse o parlamentar em discurso feito pouco antes de ser baleado.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.