Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
15 de janeiro de 2020, 09h06

Vídeo: Avião da Boeing despeja combustível sobre casas e escolas em Los Angeles e afeta ao menos 31 pessoas

Boeing 777, que pertence à companhia de Delta Airlines, realizava um voo com destino à Shanghai, na China, e teve que regressar ao aeroporto 25 minutos depois da decolagem, por problemas mecânicos

Boeing 777 despejando combustível sobre escolas em Los Angeles (EUA) (Foto: reprodução YouTube)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, foi acionado nesta terça-feira (14) após um avião ser identificado com problemas técnicos, despejando combustível sobre as casas da localidade de Cudahy, atingindo várias escolas que estão no local.

O incidente afetou um setor da cidade que fica a cerca de 22 quilômetros do Aeroporto Internacional de Los Angeles. Segundo a imprensa local, o combustível despejado sobre as escolas afetou ao menos 31 pessoas, incluindo 20 crianças e 11 adultos.

Um informe dos bombeiros relata que “estudantes e funcionários da escola que se encontravam no pátio foram atingidos pelo combustível e podem ter inalados seus gases”. O documento também informa que havia cerca de 70 membros de equipes de resgate, entre bombeiros e paramédicos, prestando socorro aos afetados. Até o momento, não se reportou nenhuma vítima fatal.

A imprensa estadunidense também informa que o avião envolvido no incidente é um Boeing 777 pertence à companhia de Delta Airlines e realizava um voo com destino a Shanghai, na China, e teve que regressar ao aeroporto 25 minutos depois da decolagem, por problemas mecânicos. A empresa declarou que a aeronave teve que liberar o combustível para “reduzir o peso da aterrissagem”.

Por sua parte, a Administração Federal de Aviação (FAA) dos Estados Unidos afirmou que investigará o caso, já que os procedimentos requerem que o combustível seja vertido sobre áreas despovoadas designadas. “Existem procedimentos especiais de descarga de combustível para aeronaves que operam dentro e fora de qualquer aeroporto importante dos Estados Unidos”, diz o comunicado.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum