Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
25 de março de 2017, 18h50

VÍDEO: Bemvindo Siqueira explica relações entre terceirização, retirada de direitos e fascismo

O ator se vestiu de preto em um vídeo e explicou os motivos: luto pela terceirização e para simbolizar a camisa preta dos fascistas. De forma didática, Bemvindo leu textos do século passado sobre o fascismo italiano e mostrou como eles bem poderiam ter sido escritos hoje para falar do governo Temer e seu programa de retirada de direitos. Assista

Por Redação

A Câmara dos Deputados aprovou, esta semana, um projeto de lei que regulamenta para empresas a terceirização irrestrita. A nova lei, de acordo com especialistas, vai motivar o abandono gradual do registro em carteira e como consequência retirar direitos, além de precarizar salários e relações de trabalho. No mesmo dia da aprovação, o ator e humorista Bemvindo Siqueira, em seu canal no YouTube, postou um vídeo em que, diferentemente do usual, deixa as piadas de lado e fala bem sério: o projeto golpista no Brasil de retirada de direitos tem relação direta como fascismo.

Ele começa o vídeo explicado os motivos pelos quais está usando uma camiseta preta: o luto pela aprovação da terceirização e também para simbolizar os fascistas, que usavam, no Brasil, camisetas pretas. A partir daí ele lê três textos da primeira metade do século passado tratando sobre o fascismo italiano, mas que facilmente poderiam ter sido escritos por alguém nos dias atuais para falar sobre o projeto de retirada de direitos do governo Temer após o golpe que derrubou a presidenta eleita Dilma Rousseff.

Assista.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum