Washington Post destaca instalação da CPI da Covid e diz que ela pode causar “graves danos ao governo”

Ao longo do texto, a publicação também afirma que as investigações e a volta de Lula ao cenário podem inviabilizar a reeleição de Bolsonaro

O Washington Post, um dos principais jornais dos EUA, destacou a instalação da CPI da Covid, que aconteceu nesta terça-feira, e afirmou que o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) é “é um dos mais proeminentes oponentes das restrições destinada a conter a doença”.

“Bolsonaro tem sido um dos mais proeminentes oponentes das restrições destinadas a conter a doença, cujos efeitos ele frequentemente minimizou. Ele também encorajou o uso de medicamentos que os cientistas dizem que são inúteis, e os críticos dizem que suas políticas, junto com uma campanha de vacinação malfeita, contribuíram para o segundo maior número de mortes de COVID-19 do mundo”, diz o jornal.

A publicação também relata que, o conteúdo produzido pela CPI e a volta do ex-presidente Lula ao cenário político podem dificultar a vida de Bolsonaro em 2022 e “isso poderia até prejudicar as chances de Bolsonaro chegar a um eventual segundo turno”.

Por fim, a matéria destaca o fato de que, apenas em quatro meses, o ano de 2021 já superou o de 2020 em número de mortes por Covid-19. É quase certo que o Brasil atingirá a marca de 400.000 mortes de COVID-19 esta semana, atrás apenas do total dos EUA. A nação sul-americana registrou mais mortes por vírus nos primeiros quatro meses de 2021 do que em todo o ano passado, embora o número de casos diários e mortes tenha diminuído ligeiramente nas últimas duas semanas”.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR